quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Carta de Leitor no Jornal "Conversas de Café" sobre a Tapada das Necessidades



Na sua edição nº 28, página 7, o jornal “Conversas de Café” publicou uma coluna informativa com o título “Salvemos a Tapada das Necessidades”, com a seguinte notícia:

“No passado dia 19 de Janeiro, o director do Conversas de Café encontrou-se com o Grupo de Amigos da Tapada das Necessidades (Freguesia dos Prazeres), para manifestar o apoio do nosso jornal à justa exigência da população de que a Tapada continue aberta ao usufruto público.
A este propósito reproduzimos, parcialmente, a carta de um leitor:
«Foi com muito agrado e com alguma tristeza que li o artigo V/ sobre a Tapada das Necessidades (junto ao Ministério dos Negócios Estrangeiros).
1º A Tapada deverá continuar um bem de todos (…) e como sempre o fizeram
2º Entristece-me o estado de degradação que se tem verificado.
3º Os lagos não têm peixes nem patos, mas sim lodo nauseabundo.
4º O passeio pedonal está completamente degradado, inclusive (…) as quedas são constantes.
5º Lagos, há sim mas das águas da chuva que não são escoadas para os esgotos. A Tapada é um bem que foi doado, é de grande utilidade pública. Não a entreguem ao Ministério dos Negócios Estrangeiros.
A estufa, como muitos locais, está degradadíssima e é incrível como podem circular tantos automóveis dentro da Tapada.
(…)»
Ferreira de Oliveira
Fotografias de Rosário Fernandes

Sem comentários: