quarta-feira, 30 de setembro de 2009

NOTÍCIAS DA TAPADA



Amigos, respondendo ao alerta do Amigo Carlos Bolacha acerca das malfeitorias que eventualmente poderiam ter sido feitas sobre os medronheiros existentes junto à Casa do Regalo, visitei hoje, dia 30 de Setembro de 2009, a Tapada das Necessidades e constatei o seguinte:


1 – Existe do lado de fora do muro da Tapada, um placard informando o começo da obra do arranjo dos caminhos para o mês de Setembro. Sendo esta uma obra por todos esperada e na ausência de mais explicações, pergunto se ela não será acompanhada por uma outra igualmente importante que é o fornecimento de água para rega e outros fins e o escoamento da água das chuvas. É que, se pode correr o risco de ter que refazer aquilo que entretanto foi feito. Julgo que o GATN deveria questionar o Sr. Vereador dos Espaços Verdes sobre este assunto.


2 – A Araucária plantada no dia da árvore continua a lutar pela vida,tendo conseguido ultrapassar a época do ano mais difícil, a de maior calor.


3 – Encontrei um elemento escultórico de relativa pequena dimensão, junto ao muro Norte do Jardim do Buxo. Penso que deveria ser recolhido e guardado em lugar seguro até ser recolocado no local de origem. Penso também que o GATN, juntamente com a Junta de Freguesia e a CML, deveria nomear um Curador, responsável pela Tapada a quem competiria resolver, entre outros,estes casos.


4 – Continuam a circular automóveis, entre a Casa do Regalo e o parque de estacionamento do Instituto de Defesa Nacional, cujo portão está permanentemente aberto.


5- Finalmente, no que diz respeito aos medronheiros, acontece que todos os espaços verdes e canteiros da Tapada têm vindo a estar sujeitos a um processo drástico do limpeza e poda, em alguns casos excessiva, na minha opinião, se bem que algum coberto vegetal estivesse muito envelhecido.


Esperemos que a seguir a esta fase se proceda à plantação de espécies novas. Embora não tenha uma ideia muito precisa do número e localização inicial dos medronheiros, pude constatar que ainda lá estão, nomeadamente aqueles de maior porte,junto ao muro de contenção, que define o caminho, tendo alguns sofrido podas. Penso que a Amiga Fátima Sá seria a pessoa mais indicada para fazer o ponto da situação, uma vez que conhece melhor e há mais tempo o local em apreço.


Abraço

Pinto Soares


1 comentário:

Ana disse...

De facto o arvoredo encontra-se em muito mau estado fitossanitário. Existem árvores com grandes cavidades, outras que nem se podem considerar árvores devido ao estado de decrepitude que apresentam!Para além de poderem ser potencialmente perigosas para os utentes são também esteticamente deploráveis! Deveriam começar a proceder à substituição planeada do arvoredo para que a Tapada rejuvenesça de forma saudavel.