sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Árvores e Cactos da Tapada das Necessidades classificadas de interesse público






O Grupo dos Amigos da Tapada das Necessidades, a população da freguesia de Prazeres, todos os lisboetas e frequentadores daquele espaço histórico estão de parabéns! O GATN, particularmente, por ter proposto em tempo, a salvaguarda do coberto vegetal daquele território mágico e envolvente, património singular para quem ama a Natureza, e um ambiente saudável. De facto, o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, através da Autoridade Florestal Nacional, consagrou, em 22 de Agosto passado, por via do Aviso nº 13/2011, assinado por Amândio Torres, conforme PDF que pode ser consultado aqui:
http://www.afn.min-agricultura.pt/portal/gestao-florestal/aip/resource/ficheiros/aip-2011-class/Aviso-13-2011-2-027.pdf o seguinte: Nos termos do parágrafo único do artigo 1º do Decreto-Lei nº 28468, de 15 de Fevereiro de 1938, e do disposto no artigo 14º do Decreto-Lei nº 59/2008 de 8 de Agosto, é classificado de interesse público, todo o arvoredo da Tapada das Necessidades, Freguesia dos Prazeres, Concelho de Lisboa, cujos limites da área a classificar de interesse público se indica no mapa infra, destacando-se pela monumentalidade e raridade dos elementos que o compõem os seguintes exemplares:






1 e 2 – duas Phytolacca dioica L. (belas-sombras); 3 – Dracaena draco L. (dragoeiro); 27 – Sophora japonica L. (sófora-do-japão); 25 - conjunto de nove exemplares de Schinus terebenthifolius Raddi (pimenteiras-bastardas); 6 – alameda de Celtis australis L. (lódãos-bastardos); 21, 22 e 24 – três Ceratonia siliqua L. (alfarrobeiras); 19 – Olea europaea L. var. sylvestris (zambujeiro): 8 – colecção de cactos; 9 - maciço de zambujeiros, adernos e carvalhos.

Texto e fotos de LFM/GATN

Sem comentários: