terça-feira, 3 de janeiro de 2012

O GATN na Feira de Artesanato da Freguesia dos Prazeres


Decorreu de 5 a 14 de Dezembro, na Praça da Armada, nº. 21, a tradicional feira anual, organizada e patrocinada pela Junta de Freguesia dos Prazeres, que juntou vários artesãos desta freguesia que puderam, em são convívio e camaradagem, expor e vender os seus produtos.

O GATN esteve também presente com uma loja (tenda), tendo desenvolvido a sua acção em prol da divulgação da Tapada das Necessidades, efectuando também a venda de alguns produtos.

4 comentários:

Joaquim Duarte disse...

A iniciativa do GATN é admirável, tanto mais quanto o espaço da tapada é um elemento ímpar no património da cidade. No entanto parece que nem todos estão interessados em divulgar o espaço e atrair quem possa contribuir para a sua preservação ou mesmo recuperação. Falo de um senhor dos seus 50 e alguns anos que insulta quem entra no jardim por não lhe dirigir a palavra. Fica-se com a impressão de está convencido que o jardim lhe pertence e que lhe devemos estar agradecidos por nos facultar ingresso no espaço. Pois eu que "descobri" a tapada recentemente e a frequentei algumas vezes com prazer perdi todo o encanto em trinta segundos e não estou disposto a lá voltar e muito menos divulgar um local onde os meus amigos e conhecidos podem ser insultados sem provocação. Não posso promover algo que mantém ao seu serviço uma pessoa desse calibre. Não sei se o senhor em questão é pago com os impostos dos cidadãos ou pelo GATN, mas para o resultado que tenho observado (por exemplo levar meia hora para soprar folhas secas de 20 m2 de relvado adjacente à estufa é obra) mais valia criar uma bolsa de voluntários para a limpeza cíclica do terreno. Estou plenamente de acordo que se apoie o dito senhor se disso tem necessidade, mas que esteja onde não insulte quem procura desfrutar daquele jardim.

Anónimo disse...

É com surpresa que oiço falar da criatura em questão...desconheço quem é, não entendo se é algum louco, pois na portaria estão geralmente senhoras e um jovem - e é a Junta de Freguesia a responsável pela manutenção desse apoio. O GATN não tem funcionários sopradores de folhas, nem outros. Deverá dirigir esta queixa ao sr. Vereador dos Espaços Verdes, pois pelos dados que apresenta deve ser um funcionário da jardinagem, com problemas mentais.
Nós somos moradores,que nos associámos para promover o património e o fazemos voluntariamente.
A cidadania é expormos quer o nosso prazer, como o desprazer e exigir que se resolvam problemas como este. Queira apresentar a reclamação a quem de direito.
Daremos pela nossa parte conhecimento à Junta de Freguesia.
Obrigado e não deixe de fruir a tapada por causa desse incidente.
Um Amigo da Tapada
Cumprimentos

Sofia Portela disse...

Boa noite! Faz hoje oito dias que me desloquei ha Tapada das Necessidades. Era aluna da escola Fernanda de Castro, entretanto foi para fora, e ha oito dias quando voltei senti tanta necessidade de visitar.. Lembro me de tudo o que fiz. Os sorrisos, os trambolhoes, os relvados, os patos, as festas que se davam nos grandes relvados, os peddy papers que se faziam,os gelados que comia. Naquela altura tudo era maravilhoso. E, quando voltei lá, voltei a sentir tudo. O cheiro trouxe me tantas recordacoes boas... é maravilhoso passear pela Tapada. Nao percebo, o porque de todas aquelas casas que anteriormente pertenciam a algo (nao sei o que) estarem tao danificadas.. com imensas cadeiras, papeis, livros...foi triste ver a zona norte tao danificada. alguem me pode esclarecer sobre esta questao. doi tanto ver o sitio onde cresci estar tao entristecido.
Obrigado

GATN disse...

Cara Sofia: Está no histórico do blogue o motivo da incúria e do abandono que gerou o vandalismo lamentável que constatou. Se fizer uma pesquisa no próprio blogue, tem matéria explicativa suficiente. E é de facto triste que isto esteja a acontecer há anos!