terça-feira, 23 de outubro de 2012

Uma Escola na Tapada, há 74 Anos

O Grupo dos Amigos da Tapada das Necessidades (GATN), esteve presente, no dia 22 de Outubro de 2012, na festa comemorativa do septuagésimo quarto aniversário da Escola Fernanda de Castro, na Tapada das Necessidades.
 
Em Outubro de 1938, Fernanda de Castro (1900-1994), fundadora da Associação Nacional dos Parques Infantis, inaugura, na Tapada das Necessidades, o Parque n.º 3, com lotação para 200 crianças, constituindo “um empreendimento social destinado às crianças necessitadas dos bairros de Alcântara e Fonte Santa, bairros dos mais pobres de Lisboa”.
 
Beneficiando  do enquadramento paisagístico e ambiental da Tapada das Necessidades e da orientação pedagógica preconizada por Fernanda de Castro, o “Parque das Necessidades” proporcionou a largas centenas de crianças, durante maias de três décadas, alimentação, cuidados médicos, educação e afecto.
 
Herdeira de uma notável tradição educativa, que assume com orgulho e dedicação, a EB1 Fernanda de Castro tem continuado a ser, nos últimos anos, o “ninho” de muitas crianças que aqui aprendem a “ler a vida” e a alegria de crescer em amor e liberdade.
 
Felizmente, a Câmara Municipal de Lisboa e o Agrupamento de Escolas Manuel da Maia decidiram criar aqui um novo Jardim de Infância Público, abrindo na Escola Fernanda de Castro o Ensino Pré-Escolar (para crianças dos 3 aos 5 anos) no início do ano lectivo 2012/2013.
 
(Biblioteca/Centro de Documentação da Junta de Freguesia dos Prazeres)
 

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Proposta 224, Projecto 152 do Orçamento Participativo

Amigos, decorre de 17 de Setembro a 31 de Outubro de 2012 o período de votação para  o ORÇAMENTO PARTICIPATIVO de Lisboa, 2012.

Considerando que  há uma proposta relacionada com a recuperação das instalações sanitárias existentes na Tapada das Necessidades, integrada nos projectos cujo orçamento será de valor superior a 150.000 e até 500.000 Euros, considero que todos os Amigos da Tapada das Necessidades, no caso de não pretenderem votar noutra proposta, o fizessem na Proposta 244, Projecto 152.

Deixo este assunto à vossa consideração.

Pinto Soares