domingo, 21 de abril de 2013

A PRAGA DO BICUDO DAS PALMEIRAS JÁ CHEGOU À TAPADA DAS NECESSIDADES


 As duas Palmeiras-das-Canárias abatidas, uma no Jardim Olavo Bilac e outra no Jardim dos Cactos, são a prova triste mas evidente de que a Praga do Escaravelho Vermelho das Palmeiras (Rhynchophorus ferrugineus) já se instalou na Tapada das Necessidades, não obstante o esforço desenvolvido pelos Serviços de Ambiente e Espaços Verdes da CML para o evitar.
 
O processo de controlo da praga é complexo dada a especificidade do insecto, com 3 ou mais gerações anuais e um ciclo de vida compreendido pelos estados de ovo, larva, pupa e adulto, presentes durante todo o ano em galerias no interior do espique das palmeiras atacadas.
 
Tem-se verificado um acentuado agravamento da situação da Praga em Lisboa, tendo aumentado o número de palmeiras afectadas e verificado uma maior dispersão. O número de Freguesias afectadas pelo ataque do insecto, mais do que triplicou relativamente ao ano de 2011. A praga encontra-se actualmente presente em 40 freguesias da cidade, contra as treze freguesias com ocorrências da praga no ano de 2011.
 
Na Freguesia dos Prazeres verificou-se a presença de 10 palmeiras afectadas em jardins privados e 8 em espaços públicos, com um total de ocorrências de 18 palmeiras sinalizadas.
 
Pinto Soares
 
 

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Recomeçaram Visitas Guiadas à Tapada das Necessidades

Tiveram início no passado Sábado, dia 6 de Abril, as visitas guiadas à Tapada das Necessidades 2013. O dia maravilhoso atraiu muita gente ao Relvado Central e ajudou a proporcionar aos cerca de 50 visitantes que com visível interesse nos acompanharam, duas horas muito agradáveis e proveitosas.
 
 
 
 
 
Queremos referir dois aspectos importantes:
A presença de sócios da nossa congénere QUERCUS, Associação a quem aproveitamos a oportunidade para saudar e fazer votos para, num futuro próximo, podermos ter  actividades em conjunto,  aproveitando o maravilhoso espaço da Tapada. Este foi um aspecto positivo.
 
O outro aspecto, este negativo, foi a falta de SANITÁRIOS, sentida pela grande maioria dos nossos acompanhantes, o que causou grande desconforto, embora tivéssemos relatado a nossa luta junto do Vereador Sá Fernandes para colmatar esta imperdoável falta.
 
 
Queremos lembrar que as visitas guiadas se  repetirão todos os primeiros Sábados de cada mês, de Maio a Outubro (4 de Maio, 1 de Junho, 6 de Julho, 3 de Agosto, 7 de Setembro e 5 de Outubro), conforme folha informativa que juntamos.
 
Chamamos também a atenção para as outras visitas pedestres guiadas que poderá realizar pela Freguesia dos Prazeres e que constam da referida folha informativa.  
 
Pinto Soares

segunda-feira, 1 de abril de 2013

AS AVES DA TAPADA DAS NECESSIDADES O MELRO

AS AVES DA TAPADA DAS NECESSIDADES
O MELRO

O melro-preto é omnívoro, consumindo uma grande variedade de insectos, vermes, bagas e ocasionalmente, pode ainda caçar pequenos vertebrados como girinos e pequenos sapos ou lagartos


O macho adulto é completamente preto, com excepção do bico e do anel orbital de cor amarela, e possui um vasto repertório de vocalizações, enquanto que a fêmea adulta e os juvenis são predominantemente de cor castanha. Tem 23,5–29 cm de comprimento, uma envergadura de 34–38 cm e um peso de 80-125 g, dependendo do sexo e das estações do ano. A esperança média de vida de um melro-preto adulto é de 5 anos. 


Esta espécie nidifica em bosques e jardins, construindo ninhos em forma de taça com ervas e lama em trepadeiras ou arbustos, e pode ser encontrada tanto em florestas como em campos de cultivo, jardins ou parques. Cada postura possui habitualmente três a cinco (normalmente quatro) ovos verde-azulados salpicados com pequenas manchas vermelho acastanhadas. A incubação é feita unicamente pela fêmea e dura geralmente de 12 a 14 dias. As crias necessitam de 10 a 19 dias (em média 13,6) para abandonar o ninho. 


Os jovens machos podem começar a cantar no fim de Janeiro, desde que haja bom tempo, com o objectivo de estabelecer um território, sendo seguidos pelos machos adultos no fim de Março. O macho pode cantar a qualquer hora do dia, mas é ao amanhecer e ao anoitecer que o canto é mais intenso. 



O melro-preto é muito vulnerável à predação, visto que passa muito do seu tempo no solo em busca de alimento e patrulhando o seu território. O principal predador desta espécie é o gato doméstico.
Ditado popular sobre o melodioso canto do melro: "Cantam os melros, calam-se os pardais."



SÓNIA MONTEIRO

FESTA DA PRIMAVERA NA TAPADA DAS NECESSIDADES



 
No passado Sábado, dia 23/03/2013, o GATN, respondendo ao amável convite da Junta de Freguesia dos Prazeres, esteve presente na tapada das Necessidades, vivendo uma tarde diferente, celebrando a chegada da Primavera.
 
A Festa deste ano, recriou o ambiente de uma “Garden Party” ( expressão utilizada pela Rainha D. Amélia para as festas organizadas pela família real na Tapada das Necessidades).
 
Os participantes ficaram a conhecer a história dos reis e das rainhas,  príncipes e princesas que aqui viveram e contribuíram para a transformar num dos mais belos e aprazíveis jardins românticos da Europa.
 
O programa constou de:
 
Histórias de um jardim romântico (recriação teatral de algumas figuras históricas ligadas às diferentes etapas de transformação da Tapada);
 
Sinfonia da Primavera (Grandes compositores dos Séculos XVIII e XIX com o trio Ventos de Arco (Pedro Sousa – Contrabaixo, Saúl Falcão- Violino e Viola e Maria João Sousa – Soprano e Violino);
 
Raízes e Asas (Celebração do Dia Mundial da Árvore e da Poesia- Estendal de Poesia/Leitura de Poemas).
 
Para terminar a Festa foi servida uma merenda e distribuídas flores pelos presentes.
 
Pinto Soares