segunda-feira, 1 de abril de 2013

AS AVES DA TAPADA DAS NECESSIDADES O MELRO

AS AVES DA TAPADA DAS NECESSIDADES
O MELRO

O melro-preto é omnívoro, consumindo uma grande variedade de insectos, vermes, bagas e ocasionalmente, pode ainda caçar pequenos vertebrados como girinos e pequenos sapos ou lagartos


O macho adulto é completamente preto, com excepção do bico e do anel orbital de cor amarela, e possui um vasto repertório de vocalizações, enquanto que a fêmea adulta e os juvenis são predominantemente de cor castanha. Tem 23,5–29 cm de comprimento, uma envergadura de 34–38 cm e um peso de 80-125 g, dependendo do sexo e das estações do ano. A esperança média de vida de um melro-preto adulto é de 5 anos. 


Esta espécie nidifica em bosques e jardins, construindo ninhos em forma de taça com ervas e lama em trepadeiras ou arbustos, e pode ser encontrada tanto em florestas como em campos de cultivo, jardins ou parques. Cada postura possui habitualmente três a cinco (normalmente quatro) ovos verde-azulados salpicados com pequenas manchas vermelho acastanhadas. A incubação é feita unicamente pela fêmea e dura geralmente de 12 a 14 dias. As crias necessitam de 10 a 19 dias (em média 13,6) para abandonar o ninho. 


Os jovens machos podem começar a cantar no fim de Janeiro, desde que haja bom tempo, com o objectivo de estabelecer um território, sendo seguidos pelos machos adultos no fim de Março. O macho pode cantar a qualquer hora do dia, mas é ao amanhecer e ao anoitecer que o canto é mais intenso. 



O melro-preto é muito vulnerável à predação, visto que passa muito do seu tempo no solo em busca de alimento e patrulhando o seu território. O principal predador desta espécie é o gato doméstico.
Ditado popular sobre o melodioso canto do melro: "Cantam os melros, calam-se os pardais."



SÓNIA MONTEIRO

1 comentário:

Anónimo disse...

Boa tarde,
Chamo-me Maria Inês Pereira, e frequento o 2ºano do Curso Técnico de Turismo na Escola Profissional de Agentes de Serviço e Apoio Social (EP ASAS), situada na Rua de Santo António à Estrela, 35.
Alguns alunos juntaram-se e tiveram a ideia de fazer um peddy paper e adorariamos fazê-lo na Tapada das Necessidades, mas para isso necessitamos mais informações do que aquelas que se encontram disponiveis online.
Por esses motivos, pedimos ao GRUPO DOS AMIGOS DA TAPADA DAS NECESSIDADES se nos podiam ajudar nesta tarefa.
Deixo aqui o meu contacto - marialfaiatepereira@gmail.com - e espero que possam entrar em contacto o mais breve possível.
Os meus sinceros agradecimentos,
Maria inês pereira